pt-brenes 9:00 - 18:00 (UTC -3)
pt-brenes 9:00 - 18:00 (UTC -3)

Tráfego ou conversão?

Com certeza, se você um dia decidiu se dedicar ao misterioso mundo do Marketing Digital, já deve ter pensado nesse título. A realidade é que há muitas e variadas informações, mas quando chega a hora de decidir, de pensar nos resultados e de alavancar as conversões, o que fazer? O que temos que procurar: tráfego ou conversão? Responder a essa pergunta pode parecer muito simples, mas na verdade, não é tanto. Vamos descobrir juntos algumas considerações importantes?

A importância do tráfego

Nas postagens anteriores, falamos bastante sobre o que é tráfego, como gerá-lo de maneira orgânica e também como comprá-lo. É que realmente é muito importante o assunto, pois os sites e blogs dependem diretamente da quantidade de visitas e a atividade delas. Quer dizer que podemos ter a melhor estratégia de venda do mundo, o melhor produto e a mais prestigiada marca para oferecer, mas se ninguém chega à nossa página, não servirá de muito. Tudo pelo contrário, estaremos gastando dinheiro e dedicando esforços inutilmente.

Você está percebendo a verdadeira importância da visita das pessoas no site? Imagine que é o mesmo que ter um local de vendas físico e ninguém chegar nele. O que você terá vendido ao terminar o dia? Provavelmente nada. Com os sites acontece o mesmo. Temos que atrair pessoas que tenham determinados interesses e necessidades, para os que nós tenhamos a solução.

Então, você pode estar imaginando que, uma vez que tiver conseguido um tráfego abundante, estará tudo pronto para começar a ganhar dinheiro. Será? Talvez sim, mas tráfego é necessariamente conversão? O que devemos procurar: tráfego ou conversão? Ou as duas coisas? Vamos ver o que podemos aprender para tentar responder às questões.

Tráfego ou conversão?

Essa pergunta pode parecer muito óbvia e, na verdade, até que é. Porém, focamos bastante nisto porque, muitas vezes, em meio de tanta coisa para fazer e estratégias que planejar, podemos terminar um pouco confusos.

O tráfego interfere diretamente na conversão, pois se não há tráfego, é impossível vender. Porém é bom lembrar que a conversão não varia proporcionalmente ao tráfego. É aqui onde podemos cair no erro, pensando que a maior tráfego, maior vai ser a conversão. Claro que, ao aumentar a quantidade de pessoas que visitam um site, aumentam as chances de ganhar mais clientes. Mas não podemos nos enganar pensando que cada pessoa que chegar será um cliente.

Isso não significa que não seja importante aumentar o número de pessoas. Significa que temos que conseguir pessoas que sejam verdadeiros potenciais clientes e sempre ter consciência que, mesmo assim, a porcentagem delas que passará a ser cliente será bem menor.

Em conclusão, o que está certo?

O certo é entender a importância de cada um deles e a prioridade que devem ter. Isto é, saber que ambos são imprescindíveis, mas não ficar enganado. Às vezes ocorre que, mesmo não tendo uma boa conversão, ficamos olhando para as métricas que mostram quantas pessoas acessaram ao site, quantos cliques e quantas impressões houve. Mas temos que entender que isso não é o mais importante. As métricas são boas para compreender de onde saem os clientes ou, pelo contrário, por que não estamos tendo novos registros. E, a partir disso, trabalhar para melhorar o resultado final.

Ou seja, entender o tráfego como o que ele é: o meio para ganhar clientes. E, por isso, as pessoas que chegarem ao site deverão encontrar o que buscam, para que decidam ficar. Uma pessoa chega porque tem um certo interesse no que oferecemos. Então, o nosso trabalho, a partir daí, será terminar de convencer a pessoa da necessidade que ela tem e de que nós temos a solução indicada para ela. O primeiro grande esforço que devemos fazer é trazer pessoas ao site. Uma vez no site, temos que conseguir delas o preenchimento de algum formulário de contato, para que passem a ser leads e, por último, convencer para a compra.

Para começar, produza o conteúdo que consiga atrair esse público qualificado que você precisa para oferecer a sua solução. Vamos ver que tipos de posts podem ajudar nisso?

4 tipos de posts para atrair tráfego

Sempre que o conteúdo for de qualidade, ele servirá para alcançar o nosso objetivo. Mas está testado que há determinados formatos que resultam muito mais atrativos para os leitores do que outros.

Listas: as listas, além de serem práticas e de fácil leitura, ajudam o blog a ter mais frequência nos resultados de buscas. E, por serem práticas, captam a atenção dos leitores, aumentando o tempo de permanência no site e as possibilidades dele tomar uma decisão de compra conosco.

Títulos com o formato “como…?”: esse formato de títulos é muito bom e ajuda muito no posicionamento, porque o tempo todo as pessoas fazem buscas na internet pedindo instruções para qualquer tipo de ação. Como fazer tal coisa, como conseguir outra, etc. Então, escrever conteúdos respondendo a esses “como” será uma resposta quase direta ao que as pessoas precisam.

Infográficos e vídeos: esses dois formatos são muito buscados por serem simples e explicativos. Tutoriais, passo-a-passo e explicações curtas de como fazer uma determinada coisa atraem muito e são muito visuais.

Entrevistas: as entrevistas são muito úteis, porque as pessoas gostam muito de saber o que fazem, como trabalham e de que maneira chegaram a estar no lugar que estão no presente certas pessoas famosas ou influentes na área. E ainda as entrevistas são muito compartilhadas, até pelo próprio entrevistado.

E você que formatos de conteúdo está aplicando? Experimente com essas dicas e veja o quanto podem ajudar para o seu negócio crescer. Ficou um pouco mais claro de onde deve estar o foco? Tráfego ou conversão? Ambos os dois imprescindíveis, complementando-se.

Você ainda não é nosso afiliado? Não perca essa oportunidade de se cadastrar e fazer parte da nossa equipe.