pt-bres 9:00 - 18:00 (UTC -3)
pt-bres 9:00 - 18:00 (UTC -3)

Como ser um afiliado de sucesso?

Você já é um afiliado de sucesso! Agora vamos ensiná-lo a melhorar ainda mais os seus resultados. Seja qual for o seu caso, este artigo pode ser de muita ajuda para você, conseguindo os resultados desejados.Pois, finalmente, quem não deseja ver o seu empreendimento crescer e os seus ganhos aumentar? Se essa é a sua intenção e a sua maior preocupação, pode ficar tranquilo. Sabemos que ninguém tem a receita perfeita, porém temos excelente dicas, comprovadas por nós mesmos, que vão lhe ajudar a alcançar seu objetivo.

Taxa de conversão

Para começar vamos ver alguns conceitos básicos, como por exemplo, do que estamos falando quando nos referimos a “conversão”. Então, antes de começar a pensar nos aspectos relevantes para converter, vamos entender melhor o que é conversão, o motivo da sua importância e como devemos focar nossos esforços para que seja boa. Vamos lá!

Sempre que você buscar sobre negócios online e sobre como ganhar dinheiro com um blog, terá um conceito que aparecerá com bastante insistência. Poderá ver que muitas pessoas experientes nos negócios da Internet falam constantemente da “taxa de conversão”. Mas o que é mesmo? Esse nome que parece complexo e sofisticado, na verdade, é utilizado para se referir a algo bastante simples. Pois indica o retorno que uma marca tem dos investimentos feitos em comparação às vendas que tiver conseguido. Pelo que é uma ótima ferramenta para medir os resultados das estratégias de Marketing utilizadas.

Isso quer dizer que a taxa de conversão lhe mostrará os resultados reais que tiver conseguido a empresa, com o que será mais fácil avaliar que ações trouxeram um bom retorno e que ações não, que, portanto, deverão ser alteradas. Ou, até mesmo, deixadas de lado. Mas, na prática, como fazemos para saber a taxa de conversão de um blog? Somente terá que dividir o número de visitas pelo número de conversões, em um determinado período que você escolher.

Visita é conversão?

Como podemos ver na definição de taxa de conversão, há duas coisas que são determinantes: as visitas e o número de conversões. E essas duas estão bem relacionadas, pois, a segunda dependerá, em grande maneira, da primeira. Por mais que não completamente, já que, como veremos a seguir, há também fatores importantes em meio do processo. Dos quais dependerá que uma visita seja rentável; isto é, que as visitas representem conversões. Até aqui tudo certo? Bem, então vamos ver onde está o “mistério” que faz com que essas visitas sejam importantes para nossa taxa de conversão.

É relativamente fácil perceber onde fica a verdade desse “mistério”. Como falávamos, uma vez que conseguimos que os usuários acessem a nosso site, o passo seguinte será fazer com que fiquem no blog e tomem alguma ação que, direta ou indiretamente, signifique uma renda para nós. Como isso será possível? Claramente com o que o blog tiver para oferecer. O segredo está no conteúdo que tivermos para as pessoas. Elas devem chegar ao nosso blog e achar nele informação de valor. Devemos prestar especial atenção à criação de conteúdo de valor para os usuários. Pois o objetivo principal será aumentar a taxa de conversão.

Ferramentas para aumentar a taxa de conversão

Quando o objetivo é aumentar a conversão de um site ou blog, é necessário utilizar algumas ferramentas. Pois os ganhos não vão cair do nada. Teremos que trabalhar para isso e certas ferramentas e técnicas serão imprescindíveis. Quer conhecer algumas delas?

Landing pages

As landing pages, ou também conhecidas como páginas de destino, são páginas para converter, pois a ideia delas é transformar as visitas em leads e, depois, esses leads em clientes. Um lead é um contato. Quer dizer que uma pessoa acessa ao nosso blog e, por meio de algum formulário, pedimos a ela os seus dados de contato para ter mais comunicação depois. Ao preencher os dados solicitados, a pessoa passa a ser um lead para nós, o que seria um potencial cliente. Com um detalhe nada pequeno, já que essa pessoa mostrou interesse no nosso produto.

Mas voltando às landings, podemos dizer que pretendem que as visitas deixem os seus dados de contato, em troca de algum benefício para o usuário. Porque ele tem que se sentir motivado para fazer o que estejamos lhe pedindo e, assim, receber o “prêmio”. Sempre lembrando que tem que ser alguma coisa relacionada com o nosso negócio, sejam materiais informativos, dicas ou guias de uso.

Search Engine Optimatizion (SEO)

O SEO e suas técnicas é verdadeiramente importante para conseguirmos posicionar bem o nosso site nos buscadores, principalmente no Google que é o de maior uso, no mundo inteiro. Para conseguir isso é que precisamos do SEO, já que ele nos oferece um conjunto de boas estratégias que fazem com que o nosso blog ou site fique entre os primeiros lugares de busca, de forma orgânica.

Há muitas considerações que devem ser feitas, quanto ao SEO. Algumas delas são bastante simples de seguir e dependem muito de quem estiver encarregado da produção do conteúdo. Listamos as mais importantes:

  1. utilizar palavras-chave, relacionadas ao produto, que tenham uma concorrência importante e que estejam bem colocadas.
  2. Ter conteúdos de qualidade, isto é, artigos extensos, bem redigidos, com vocabulário adequado e que contenham a quantidade indicada de imagens.
  3. Escrever títulos que chamem à atenção e que contenham palavras-chave.
  4. Criar URL fáceis e que estejam associadas ao assunto do texto.
  5. Nomear as imagens com a mesma palavra-chave do post. 

Call-to-actions (CTA)

Tanto ou mais importante do que as landing pages é o uso de CTA, pois será o que finalmente levará o cliente a tomar uma ação com isso. Pois essa é a ideia mesma dos CTA. Pode ser utilizado em landings, e-mails marketing ou até mesmo no site, já que sempre será de grande ajuda. CTA, sigla que vem do nome em inglês, significa “chamada para ação”, quer dizer que é um recurso que pede ao leitor para tomar uma decisão imediata, para conseguir um determinado resultado. Pode ser incorporado de diferentes maneiras, sendo as mais comuns em forma de frase (motivando a uma ação) como “Veja agora nossas promoções”, de link em meio do texto ou de botão.

Mas existem determinadas características para esses CTA? Pois bem, eles devem ser claros, objetivos, as palavras utilizadas têm que ser persuasivas, a colocação deve ser em um lugar estratégico e é bom que tenha cores fortes. Tudo isso dará maiores chances do usuário aceitar o nosso convite de ação.

E aí o que você está achando dessas dicas para que as suas conversões aumentem? Estava considerando esses aspectos no seu blog? Com certeza, serão de utilidade. Fique atento às nossas publicações que estaremos trazendo mais sugestões para você fazer o seu empreendimento crescer. E você, afiliado, já verificou que o seu site de divulgação de marcas esteja de acordo com esses tópicos? Pense nisso e faça a diferença: seja um afiliado de sucesso!