pt-brenes 9:00 - 18:00 (UTC -3)
pt-brenes 9:00 - 18:00 (UTC -3)

Aprenda como fazer e o que é Copywriting

Atualmente, o Copywriting é considerado um dos componentes mais importantes para conseguir a venda de produtos, devido, principalmente, à enorme oferta de produtos semelhantes disponíveis no mercado. Mas, no final das contas, você sabe o que é Copywriting? Sabe como fazer Copywriting? Veja conosco os aspectos mais relevantes.

O que é Copywriting?

O Copywriting pode ser definido como a produção do conteúdo estrategicamente planejado, com o principal objetivo de chegar ao público do seu interesse, para fechar vendas. Portanto, vale dizer que o Copywriting busca converter por meio da entrega de conteúdo relevante.

Então, para chegar à etapa final (a venda), o copywriter terá a função de trabalhar com o cliente, durante todo o processo, para convencê-lo e incentivá-lo a tomar uma decisão. Para o que dispõe de técnicas e táticas que servirão de guia. É por esse motivo que muitos profissionais da área chamam essa ferramenta de arte de escrever e produzir conteúdos para vender, ou de escrita persuasiva.

Qual a diferença entre Marketing de Conteúdo e Copywriting?

Considerando a definição de Copywriting, podem surgir algumas dúvidas ou confusões do que é o que diferencia essa ferramenta do Marketing de Conteúdo. É verdade que as duas estão focadas no conteúdo e no objetivo da marca ou empresa. Porém, é importante entender que não são a mesma coisa e também que uma não substitui a outra. Mas que a primeira precisa da segunda, para o objetivo final ser atingido.

Com o Marketing de Conteúdo, você pode criar conteúdos valiosos para o seu público, conseguindo assim educá-lo e convencê-lo da importância da sua marca. Já com o Copywriting, você conseguirá levar o potencial cliente a uma decisão específica e determinante para a compra.

Você pode ter excelente conteúdo disponível, em blogs, por exemplo, mas se não vier acompanhado de Copywriting na sua elaboração, não será bem aproveitado. Pois, mesmo sendo bom, não fará a pessoa escolher a sua marca. Os objetivos que motivam essas duas técnicas são diferentes, pois o Copywriting trabalha sobre as necessidades das pessoas, buscando convencê-las da compra a curto prazo, sendo que o Marketing de Conteúdo busca educar e informar a pessoa, até gerar resultados de venda a longo prazo.

O que um copywriter faz?

Se você tiver pensado nessa pergunta, muito provavelmente, terá ouvido uma resposta recorrente: o copywriter escreve. E não está completamente errado, pois, certamente, uma de suas funções é escrever. Mas podemos dizer até que essa é a pequena parte final do processo todo. Vamos ver.

Antes de começar a escrever o texto, o copywriter deverá fazer uma lista das necessidades e desejos mais importantes dos potenciais clientes. Uma vez que tiver determinado os principais, terá que pesquisar e planejar que benefícios e vantagens apresentará, para satisfazer aquelas necessidades e desejos. Sempre lembrando que o modo de apresentação deve ser persuasivo.

Os principais tópicos que os copywriter devem se focar são: saber o que o cliente está procurando, no produto que temos para oferecer, e entender quais as objeções que podem afastá-lo da decisão de compra.

Quais as principais técnicas de Copywriting?

Como estávamos falando, fazer Copywriting não é simplesmente escrever. É preciso planejar os textos e utilizar técnicas e estratégias, na redação, para que cumpram as expectativas. Então, vamos ver aqui alguns desses aspectos, para você não se esquecer deles, na hora da escrita.

1- Defina quem é seu público-alvo

É realmente relevante que você saiba para quem está escrevendo, pois isso definirá que informação oferecer e de que maneira, já que estará escrevendo focado no perfil do seu potencial cliente.

2- Determine registro, tom e linguagem do texto

Sabendo para quem escreve, você terá que determinar como será a abordagem do assunto. Porque é fundamental informar na mesma linguagem de seus potenciais clientes, para que a comunicação seja efetiva.

3- Utilize verbos de ação

Algo fundamental no Copywriting é criar a ideia de urgência no leitor, para deixar nele o sentido de que, se não seguir as dicas do texto, estará perdendo uma oportunidade muito boa. Algo útil para isso é colocar verbos no Imperativo, em títulos, intertítulos e CTA. Exemplos disso são: entenda, saiba, avalie, cadastre-se, verifique, experimente.

4- Seja claro e objetivo

É verdade que a extensão do texto é bem importante, mas não deve ser excessiva ao ponto de prejudicar. Pois pode acontecer que, na sua ânsia de elaborar um texto extenso, as pessoas percam a clareza, a objetividade e o interesse. E isso não é nada positivo, pois para o Copywriting é essencial comunicar uma informação de maneira clara e concisa.

O que você não pode fazer em Copywriting?

Não considerar as técnicas citadas anteriormente pode prejudicar você, mas também há outros tópicos que devem ser lembrados de coisas que devem ser evitadas. Isto é, alguns erros relativamente comuns, na hora de escrever.

1- Não use vocabulário muito técnico

Quando você definir o tom e abordagem do texto, lembre-se que não deve utilizar vocabulário muito técnico, pois, algumas vezes, os leitores não conhecem determinadas palavras. E, consequentemente, a sua utilização pode levar à não compreensão da mensagem. O que, por sua vez, fará com que os leitores não gostem do site ou blog, por não se sentirem identificados. Voltando a nossa dica anterior, a linguagem do conteúdo deve sempre estar alinhada ao público alvo.

2- Evite falar permanentemente da sua marca

Claro que você deve esclarecer qual a marca e os benefícios dela, porém não pode abusar disso. Não adianta ficar falando o tempo todo de como você é bom, dos produtos que oferece e das vantagens da sua oferta. Contrariamente ao ser positivo, fará com que os leitores fiquem cansados de você e até hesitem da sua credibilidade.

3- Não imite a concorrência

Considere os concorrentes, pesquise sobre eles, veja como eles trabalham, mas nunca imite tudo o que eles fazem. É necessário saber que o que funciona para um não necessariamente serve para outro. Além de que é fundamental você determinar a sua própria personalidade e identidade, para ser reconhecido por todos.

Como pode ver, o Copywriting é verdadeiramente importante para levar uma pessoa a decidir por você (sua marca). Se o que está procurando é alavancar as suas vendas e fazer o seu empreendimento crescer, forme-se e tire o máximo de proveito dessas ferramentas. O que achou dessa informação? Serviu para entender um pouco mais o que é Copywriting?

Você ainda não trabalha conosco? Use essas técnicas e venha fazer parte da nossa equipe!