pt-br 9:00 - 18:00 (UTC -3)
pt-br 9:00 - 18:00 (UTC -3)

Programa de afiliados: uma nova profissão

Hoje vamos mostrar como foi o processo de evolução da afiliação com o passar do tempo. Falamos em passar do tempo, mas, na verdade, desde a criação do primeiro programa de afiliados, em 1996, não há muita distância até os dias de hoje. Porém, nesses anos, ocorreram muitas mudanças que foram dando forma ao que conhecemos como uma verdadeira profissão.

O processo de evolução

Se pudéssemos voltar no tempo, observaríamos que o fato de não ter uma formação determinada, como antes se pensava, é um verdadeiro mito. Hoje sabemos que há muitos conceitos e ferramentas imprescindíveis nesta área e que, portanto, para ter sucesso é necessário entender determinadas matérias e ganhar experiência nisso.

Aconteceu que o mundo online e a abrangência dele foi crescendo muito, talvez mais do que podia ser imaginado. E isso foi toda uma consecução de acontecimentos, uma coisa foi levando a outra.

Ao crescerem as redes sociais, foi aumentando a quantidade de pessoas que aderiram a elas. Ao ter cada vez mais adeptos, ocorreu que antigos métodos de comunicação e informação foram paulatinamente deixados de lado. Assim, as empresas foram achando necessário mudar o método de promoção de seus produtos e serviços, para outros de maior alcance. Mas como?

A resposta era óbvia. As ofertas deviam estar presentes nos lugares mais visitados, em tudo que fosse tendência, para conseguir maior visualização. E qual era o lugar perfeito? Correto! Redes sociais, sites, blogs e canais de vídeo. Mas como fariam as diferentes empresas para marcar presença em todos esses lugares? Como dominar e controlar o que ia acontecendo no mundo online, ao mesmo tempo de cuidar do negócio principal? Tinha que haver alguém que cuidasse de promover o produto nos meios massivos para não perder clientes e, o principal, chamar novos. No começo, não tinha afiliados, como conhecemos hoje. Mas pessoas que deviam ter determinadas características para se dedicar a isso; as duas principais, gostar do universo online e ser criativas.

Do amadorismo à profissionalização

Naqueles tempos, a afiliação era simplesmente uma atividade desenvolvida por pessoas que gostavam do âmbito da Internet e buscavam fazer algum dinheiro extra nele. Ou seja, amadores fazendo aquilo do que gostavam para receber alguma recompensa.

Com a evolução e complexidade dos sistemas e plataformas, foi preciso formação, e não pouca, para dominar a matéria. Tanto que hoje existem palestras e cursos específicos para os afiliados. Será então que uma pessoa pode se dedicar a isto sem formação? É realmente difícil ser um afiliado de sucesso, sem dominar certos conceitos e ferramentas. Mas nada que não possa ser aprendido com facilidade. Você já ouviu falar de redes sociais, Marketing digital e Copywriting? Esses, e muitos mais, são fundamentos imprescindíveis para se dar bem neste negócio.

Considerando que o afiliado mesmo será o completo responsável pelas comissões que receber, é importante que ele pense em adquirir ferramentas e técnicas seguras e eficientes que garantam um trabalho de qualidade. Com isso, não queremos dizer que seja difícil ser um afiliado, ao contrário, é uma profissão à mão de qualquer pessoa. Mas significa que os afiliados têm que considerar a possibilidade de se formar, estudar, pesquisar informações, testar quais técnicas e ferramentas funcionam melhor e ter conhecimentos de Marketing, especificamente digital. Isto é, não se conformar com um conhecimento básico achando que o mínimo esforço é suficiente para conseguir uma quantidade interessante de clientes.

Outra parte bem interessante desse processo de profissionalização é a importância social que foram ganhando as profissões referentes ao mundo digital e online. Como é cada vez maior a quantidade de trabalho nesse âmbito e as formações têm se diversificado muito, os afiliados têm muito prestígio, pois hoje todo mundo entende a função deles.

Como ser um grande afiliado?

Com certeza, você já percebeu que trabalhar de afiliado é a profissão do momento e do futuro. Mas como ser um afiliado de sucesso? Há muitas pautas que você deve considerar para fazer um bom trabalho, que resulte no aumento dos ganhos da marca e os seus. Entre essas considerações, há algumas que podem ser muito positivas e nenhum afiliado deveria esquecer.

Veja as dicas que temos para você:

1- aprenda quanto for possível sobre plataformas, redes sociais, blogs e técnicas de divulgação.

2- Poste conteúdos simples, práticos e úteis para os usuários.

3- Organize devidamente os seus momentos de trabalho e quantidade de horas que você vai dedicar, mesmo não dependendo de uma estrutura formal.

4- Conheça o seu público objetivo, os interesses dele e elabore estratégias específicas de acordo com as necessidades.

5- Tenha ferramentas atualizadas que gerem uma boa experiência nos clientes.

6- Trabalhe com seriedade e responsabilidade.

7- Divulgue principalmente materiais online, mas também aproveite as opções offline.

8- Produza conteúdo com as vantagens do produto e crie vídeos educativos, para atrair mais pessoas.

9- Dedique bastante tempo para pesquisar dados úteis e inovações do seu nicho de mercado.

10- Tenha toda a informação possível sobre o funcionamento dos programas de afiliados.

Além dessas dicas, não esqueça que tudo faz parte de um processo que leva o seu tempo. Pelo que é bem normal um afiliado começar e, por algum período, ter bastante trabalho, testes de falhas e pesquisa de dados e informações que obriguem a fazer mudanças nas estratégias e técnicas, até ver um resultado positivo. Quer dizer que duas habilidades pessoais imprescindíveis são a paciência e a persistência. Pois, como todo bom negócio, para chegar a ser bom e gerar lucros, deve passar por várias etapas prévias.

E o que você está achando da profissão do momento? Se ainda não se aventurou neste negócio, talvez esteja na hora de testar a sua capacidade criativa e ganhar dinheiro com um programa de afiliados.

NÃO PERCA A OPORTUNIDADE, CADASTRE-SE AQUI!